"Quero que você saiba que sempre será parte de mim. No tempo que passamos juntos, você conquistou um lugar especial no meu coração, que eu vou levar comigo para sempre e ninguém pode substituir… Mas, acima de tudo, você é o primeiro homem que amei verdadeiramente. E não importa o que o futuro traga, você sempre será, e sei que minha vida é melhor por causa disso.”
— Querido John
theme por desesperancoso; alguns detalhes por queridasolidão, deslocado e m-4-r-y.
1234567891011121314151617181920»

Eu quis você naquela época. Talvez eu até queira um pouco agora. Mas naquela época, eu te quis inteiro. Te quis na hora de acordar. Te quis enquanto escovava meus dentes. Te quis ao tomar meu café preto do dia. Te quis no almoço e na janta. Te quis com a cabeça no meu travesseiro. Te quis com o corpo junto ao meu, me esquentando, mesmo que fosse no calor de fevereiro. Te quis me olhando o tempo todo. Te quis na hora que nem você me queria. Te quis para tocar aquela música. Te quis para me dar “bom dia” às 2 da tarde. Te quis com todo meu coração. Te quis de roupa, sem roupa, de fantasia, de samba canção. Te quis por dentro e por fora. Te quis com olhos verdes, azuis ou até castanhos da cor da tempestade que fosse vir. Te quis de ponta cabeça, faltando partes, com peças perdidas. Te quis.

Talvez eu até queira um pouco agora, mas naquela época eu te quis muito. Eu sinto falta do muito. Infelizmente o muito, muitas vezes, não volta. Para minha sorte ou azar, muitas vezes, eu não volto.



Eu percebi que estava te amando, quando meu dia estava uma merda, mas você sorria, e melhorava a minha semana.
You and me. (via n-a-m-o-u-r)


Mantenha-me dentro da tua cabeça, como sua música favorita.
Maroon 5.   (via desacordad4)


Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades.
— Fernando Pessoa (via persuasiva)


‎Ele não faz muito pela minha angústia existencial, até por não saber. E consegue tudo de mim. Consegue até o que ninguém nunca conseguiu: me deixar leve. Sabe rir mole de bobeira? Sabe dançar idiota de alegria? Sabe dormir gemendo de saudade? Sabe tomar banho sorrindo para a sua pele? Sabe cantar bem alto para o mundo entender? Sabe se achar bonita mesmo de pijama e olheiras? Sabe ter ânsia de vômito segundos antes de vê-lo e ter fome de mundo segundos depois de abraçá-lo? Sabe não aguentar? Sabe sobrevoar o frio, o cinza, os medos, os erros e tudo que pode dar errado? Ele consegue fazer com que eu me perdoe por apenas viver sem questionar tanto.
— Tati Bernardi (via meuqueridoamorplatonico)


Tem homem que é melhor de boca calada. Tem homem que é melhor de zíper fechado. O difícil é arrumar um que seja bom com as duas coisas abertas.
— Tati Bernardi. (via poematiza-r)


(..) A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: mas é imprevisível. Jamais espere ouvir “eu te amo” num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir “eu te amo” numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. Idealizar é sofrer. Amar é surpreender.
— Martha Medeiros  (via sonoonetoldyou)


Talvez eu até esteja errada, mas que se dane. Se uma pessoa não tem paciência nem pra conquistar minha confiança e afastar meus medos, o que eu posso esperar então? Sou quebra-cabeça de 500 mil peças, quem não tiver capacidade, tenta um jogo mais fácil. Eu supero e agradeço.
Tati Bernardi.  (via incompletavel)